Posts tagged ‘psicologia comportamental’

Especialização em Gestalt-Terapia Psicologia Organizacional

Este final de semana estive com outros professores estudando sobre um curso que vamos ministrar no ano que vem,  que abordará a  Gestalt Terapia inserida no ambiente organizacional.

Foi um excelente esperiência, pois este curso será muito enriquecedor para os profissionais da área de RH ou Gestão, e não é exclusividade para psicológos.

RubinGestalt

“A Gestalt-terapia é um modo de intervenção clínica que se ocupa das “formas espontâneas de ajustamento” (ou gestalten) que se formam nos campos comportamentais nos quais nos inserimos. Mais do que uma prática analítica ou uma psicoterapêutica individual, ela é uma leitura dos diferentes estilos de relação humana que integram, enquanto determinado todo de condutas, os hábitos, as ações individuais e os desejos compartilhados pelos sujeitos envolvidos. O que justifica a utilização da Gestalt-terapia como ferramenta de intervenção nos processos subjetivos inerentes ao mundo organizacional e do trabalho. Em vários países, ela é empregada para diagnosticar e ampliar as possibilidades de ajustamento criativo dos sujeitos nas relações corporativas. “

Com base nisto,   acredito que todos  que trabalham com RH tenham que ter no mínimo uma forma de ver a organização, ou seja uma teoria para embassar suas verdades.

Estou muito feliz  de fazer parte do corpo docente deste curso, e levar para esta forma de olhar a organização a minha experiência prática no RH,  e contribuir para as técnicas de R&S, mapeamento de competências entre outras  uma leitura e critica através da Gestalt Terapia.

Maiores informações sobre curso

Se você gosta da Gestalt Terapia e trabalha com RH este curso será um marco em sua carreira!!!

Por Maria Carolina Linhares


Anúncios

setembro 14, 2009 at 4:19 pm 1 comentário

Inteligência emocional e Competências: a evolução dos conceitos

Achei interessante quando me deparei com uma palestra online sobre Inteligência Emocional num site internacional de tendências em RH. Há anos este tema não tinha muito destaque.

A palestra, chamada Emotional Intelligence: What´s new, what´s true (Inteligência Emocional: o que é novo, o que é verdade) por David Collins, resgata a história deste conceito que teve seu boom em 1998 com o livro de Daniel Goleman. A definição que ele apresenta é que inteligência emocional é a habilidade de se trabalhar eficientemente com os outros, dividindo-se em: auto-consciência (self-awareness), auto-gerenciamento (self-management), consciência social (social awareness) e gestão de relacionamentos (relationship management).

A ligação que ele traz com psicologia comportamental é bem interessante, indo mais a fundo na necessidade do profissional compreender e lidar com os seus padrões de comportamento e dos outros. Evidenciando inclusive que pessoas expressam sua inteligência emocional de maneiras individuais, porém tendo a empatia como o principal denominador comum.

Achei uma boa reciclagem, mas não deixei de pensar que este conceito evoluiu desde então e, com o amadurecimento do modelo de competências, foi absorvido por este. Por as competências serem o conjunto de conhecimentos, habilidade e atitudes – onde se encaixaria o conceito de inteligência emocional – torna-se mais completo e prático para as empresas trabalharem.

O legal é agregar o que é válido de cada modelo para sempre aprimorarmos.

por Paula Galvão

maio 8, 2009 at 2:31 am Deixe um comentário


Diagnóstico Empresarial

Saiba do que sua empresa precisa

O blog

Nossa proposta é ter um espaço para trocas de reflexões, tendências e práticas em gestão de pessoas. Participe com comentários e caso queira compartilhar experiências, dicas e textos, envie para o nosso contato na página "Sobre".

As autoras

Maria Carolina Linhares
Formada em psicologia e com 5 pós-graduações bem ecléticas de moda a liderança empresarial, empresária, trabalha na área de consultoria e negócios para RH.
Paula Galvão de Barba
Formada em psicologia, já atuou como consultora de RH e hoje é empresária, trabalhando na área de pesquisas sobre RH e desenvolvendo softwares para esta área.

Siga nosso Twitter!