Posts tagged ‘modelo de currículo’

Analisando currículos: a real importância de um banco organizado

analisando curriculoHoje recebi um currículo pelo correio de uma candidata que ainda não sei dizer ao certo qual era a área dela.

Diversos cursos mencionados em partes diferentes, descrição de atividades que não dava para identificar a procedência e ainda por cima, não tinha idade.

Ás vezes, por trabalhar com RH, saber fazer um currículo bem estruturado parece tão simples e básico que não dá para entender como algumas pessoas ainda cometem gafes de tal proporção.

Comecei um curso de pós-graduação em Design de interação no Instituto Faber Ludens mês passado com o intuito de unir duas áreas que gosto: tecnologia com humanas. Neste curso estudamos quais são as necessidades das pessoas para então pensar num design ou forma de algum produto para atender da melhor forma esta necessidade.

Com isso em mente, levantei quais são as minhas  necessidades primordiais, como recrutadora, ao ver um currículo:

  • Quem é a pessoa: onde mora, daonde vem, quantos anos tem. De uma forma resumida, gosto de saber em que fase da vida esta pessoa se encontra, qual é o seu contexto, e a partir daí imaginar se a vaga pode ser interessante para ela. Não que eu vá tirar conclusões finais pelo currículo, mas pelo menos já terei em mente o que gostaria de perguntar para a pessoa. Isso agiliza muito e não ter de antemão algumas informações é só mais um motivo para deixar o currículo de lado.
  • O que ela já fez: experiências anteriores, simples assim. Tudo num lugar, em ordem cronológica decrescente, de preferência. A ênfase deve ser dada a atividades ligadas à vaga de interesse. Às vezes a pessoa não tem muita experiência, mas já fez trabalhos voluntários em que exerceu liderança ou outros quesitos comportamentais. Isto também é importante.
  • O que ela quer fazer: Como coloquei no Twitter, versatilidade existe mas nem tanto. É muito raro alguém conseguir e querer exercer bem a função de auxiliar financeiro OU gerente comercial OU supervisor técnico. Todos temos preferências e habilidades. Se acho um currículo muito bom no financeiro e não tenho vaga aberta no momento, deixo o currículo no banco de talentos mas passo adiante para colegas que tem vaga aberta nesta área. Agora, se acho um currículo bom pra tudo, fico confusa e, de novo, fica de lado.

Escrevendo este post percebi que coloquei algo que pode parecer meio preguiçoso por parte do Recrutador: deixei o currículo de lado. Por que não fui atrás? Por que não perguntei para a pessoa?

Infelizmente, a realidade não é o ideal, e fazer tudo isto seria o ideal. Na realidade acontece que para cada currículo que deixo de lado, tem mais três razoáveis logo em seguida em que são claros nestes aspectos. Apenas em vagas mais difíceis investiria tempo para ir atrás de currículos mal organizados.

Uma boa saída nos últimos anos é o cadastro de currículo pelo site, com formulário pré-formatado. O candidato não gosta muito, mas para o recrutador é um sonho. Com cliques conseguimos encontrar o currículo que precisamos e ainda ver tudo ‘com o olho já treinado’, sabendo a localização de cada campo e informação.

Esta é apenas a minha percepção de análise de currículos, como realmente funciona. Sei que para muitos outros recrutadores o sentimento é o mesmo, especialmente se trabalham com currículo sem ser por formulário.

Desta forma, ter um banco de currículos bem organizado significa não perder talentos!

Existem várias soluções hoje para automatizar isto, vou mencionar aqui o Kombo Grátis que é da minha empresa e não tem custo. Com ele é possível colocar um formulário de cadastro de currículos no site para sanar os problemas mencionados acima.

Vou publicar este texto adaptado no blog da Kombo para candidatos, afinal, quanto mais candidatos tiverem noção de modelos de currículo, mais fácil ficará nosso trabalho.

Até a próxima!

por Paula Galvão de Barba

julho 2, 2009 at 12:15 am Deixe um comentário


Diagnóstico Empresarial

Saiba do que sua empresa precisa

O blog

Nossa proposta é ter um espaço para trocas de reflexões, tendências e práticas em gestão de pessoas. Participe com comentários e caso queira compartilhar experiências, dicas e textos, envie para o nosso contato na página "Sobre".

As autoras

Maria Carolina Linhares
Formada em psicologia e com 5 pós-graduações bem ecléticas de moda a liderança empresarial, empresária, trabalha na área de consultoria e negócios para RH.
Paula Galvão de Barba
Formada em psicologia, já atuou como consultora de RH e hoje é empresária, trabalhando na área de pesquisas sobre RH e desenvolvendo softwares para esta área.

Siga nosso Twitter!


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 58 outros seguidores